Tuesday, September 21, 2010

BD ou Blu-ray Disc - Conheça

O nome éBlu-ray porque a cor do raio laser que faz a leitura dos discos é azul (blue, em inglês).
Desenvolvido pela Sony e a BDA – Blu-ray Disc Association, o registro do nome ‘blu’, sem a letra ‘e’, foi  uma jogada de marketing para driblar a proibição de registros comerciais de nomes comuns, que ocorre em alguns países.
BD tem aparência semelhante à de um DVD, mas sua capacidade de armazenamento é muito maior – no mínimo 25 gigabytes de informação, que lhe permite armazenar até 4,5 horas de áudio e vídeo em Alta Definição. Seriam necessários cinco DVDs para guardar a mesma quantidade de dados.
Na prática, com mais espaço, o áudio e vídeo têm um nível de compressão menor, o que aumenta a qualidade da reprodução. E este é um de seus principais pontos fortes.
A resolução é seis vezes maior. Enquanto no DVD ela é de 720 x 480 pixels, no BD é de 1920 x 1080. A diferença pode ser percebida em uma TV Full HD, ou seja, de Alta Definição máxima. Mais um detalhe. Com a resolução ampliada, os impactos se dão também na legibilidade de todos os textos, inclusive nas legendas.
Além disso, o reprodutor de Blu-ray tem um processador que melhora um pouco a imagem de qualquer DVD – ou seja, não é preciso se desfazer de seus discos antigos.
Outro benefício é a perfeição do áudio. O BD Vem, Esta é a Hora – Ao Vivo oferece a opção 5.1 DTS HD, a mais alta qualidade de som disponível. O sistema é capaz de gerar um detalhamento sonoro sem precedentes, dando um salto de nitidez sensível, diante dos tradicionais Dolby Digital e DTS presentes nos DVDs.
Em breve mais novidades. Paz e ARTE

Novo CD - André de Oliveira

Olá a todos. Segue em primeira mão a Arte do Cd que fiz. André de Oliveira é um cara bastante inteligente, tem muitos CDS, já gravados, já escreveu artigos para a Revista Ultimato. Espero que curtam. Inté.


Monday, September 20, 2010

Susana de Oliveira


No começo deste ano, encontrei um amigo distante, tecladista de primeira enquanto eu estava na casa do Diel (Ministério Paixão Fogo e Glória, Geração da Promessa) gravando algumas coisas pro CD da Débora Barros.
Ele me falou de uma cantora que tinha produzido, o nome? Susana Oliveira. Ele me mostrou no I-pod dele, e me disse que iria passar o meu contato pra ela. Pra encurtar a história, a conheci, e desde então o CD dela não sai do meu carro. Dona de uma beleza de timbre característico das grandes cantoras brasileiras. Note bem, brasileiras e não extrangeiras. RS... fiquei simplesmente “de cara” com a simplicidade e beleza. Desde então virei fã. E é quem eu indico pra vocês conhecerem. Site http://susanadeoliveira.com.br/
A banda, e eu dando uma força no violão no programa Balaio com Alex arrebentando e Susana se apresentando.
Susana, Paz e arte pra você. 

SCMP

Segunda Com Música de Primeira acontecerá na próxima segunda-feira, dia 27 de setembro. A entrada é franca. Aguardamos vocês. Paz e arte.

Thursday, September 16, 2010

Música Nova...

video

Lendo um artigo sobre política me deparei com a expressão do Arnaldo Jabor referente a corrupção e os tempos que vivemos antes de votar. Ele disse que na política tudo aconteceu e nada acontece. Daí escrevi este poema há 3 dias atras, que já virou música. Espero que gostem. Paz e arte


TUDO JÁ ACONTECEU E NADA ACONTECE
Rg-belohorizonte/MG 3semana de setembro 2010 - 13:42

  
Sim, tudo já foi visto
Tudo já foi provado
Tudo esta na verdade
Literalmente escancarado.

Tudo, tudinho
A mídia já divulgou
O jornal super publicou
O povo comentou

Roubos, mensalões
‘Messaladas’, e paneladas
Desvios e rios
De dinheiro e benefícios, muitos rios

Tudo já aconteceu e nada acontece
Tudo já foi visto e revisto
Tudo até saiu até na revista
Mas e aí? Qual será o fim disto?

Tudo já aconteceu e nada acontece
Tudo já foi visto e revisto
E você, qual postura tomará?
Como votará depois disto?


Wednesday, September 15, 2010

Montanhas - Subindo e Descendo

Não é tão simples descrever as coisas da nossa vida. Explicá-las nós mesmos. Analisá-las,  da mesma forma como se tira um cravo na frente do espelho... e nos complicamos com os lados na hora de ir com as mãos.
Fiquei algum tempo sem postar nada. Motivos foram vários, mas penso que o principal é que eu precisava subir a minha montanha. Todos nós temos dias em que precisamos subir. Subir para olhar as coisas de cima. Sei que parece um texto de auto-ajuda. Mas falo da minha experiência. Eu subi e agora senti vontade de descer. Descer para escrever, compartilhar, para falar, postar, comentar e expor o que tenho feito, ouvido, escrito, composto.
Senti vontade novamente. E peço ao Deus que se revela, que me ajude a ser sincero, fiel, e claro sempre poético e artístico em tudo o que eu fizer. Bom amigos. Sejam Bem-vindos. Indiquem, enviem emails. Paz e Arte sempre. rg 18h44 bhte